Meu desafio atual é aprender com os erros


#1

Meu desafio atual é aprender com os erros. Por exemplo, quando o assunto é conversar e definir decisões com o cliente ou com o fornecedor, eu acabo tendo um desgaste desnecessário mesmo antes de entrar em contato. Daí quando finalmente entro em contato, percebo que tudo pode ser resolvido na base da comunicação. Reconheço que não preciso ficar sofrendo antecipadamente mas acabo cometendo o mesmo erro mais pra frente.


#2

@marcel3442, tudo bem?

Acredito que você possa focar em implementar na cultura da sua empresa uma mentalidade de lições aprendidas. Ou seja, após todo projeto ou resolução de problema que tenha dado errado ou, mais importante, que tenha dado certo (também queremos aprender porque ganhamos os jogos, certo?), sentar com os envolvidos, tentar entender o que foi ruim e precisa mudar e o que foi bom e precisa ser repetido.

Dá uma olhada aqui: https://escritoriodeprojetos.com.br/licoes-aprendidas

Espero ter ajudado!

Abraços


#3

Olá Filippo. Tudo bem e você?

Hmmm. Entendi. Estava lendo sobre as cerimônias da metodologia scrum e uma
delas é a retrospectiva que é feita uma reunião com todos os envolvidos do
seu time e que discute os três pontos que o artigo que você mandou fala.
Realmente achar que isso seria uma perda de tempo é uma mentalidade bem
pequena que não pensa em crescer…
Vou tentar dar a importância que merece em cima desse assunto ao invés de
só saber que não estamos aprendendo com os erros ou só “dar um sermão” para
o time… Eles tb precisam aprender com os erros.

Muito obrigado mesmo pela ajuda!


#4

@marcel3442, tudo certo!

Eu sou muito a favor da gestão participativa, democrática, ou como quiser chamar.

Quando acontece algo errado na empresa e você toma uma postura “deu merda, vocês precisam melhorar”, a sensação do time é que é você contra eles. Se a postura for “erramos e precisamos melhorar juntos”, chamando eles para analisar conjuntamente os pontos a desenvolver, a melhoria será contínua.


#5

Caraca. o objetivo é bem parecido mas a forma de abordar é totalmente
diferente!
Legal. Muito obrigado Filippo!