Consultoria de negócios - Brainstorm

turnover
consultoria

#1

Olá pessoal!

Sempre tive muito interesse na área de consultoria, até já tive uma experiência como Agente de Orientação Empresarial, que não durou muito, mas me deu uma base para atuar como consultor e entender que esse negócio de ajudar o Business de outras pessoal é muito legal e nos possibilita MUITO aprendizado.
Recentemente recebi a oportunidade de estagiar em uma empresa especializada em Franquias, como consultor de negócios, focado em uma rede de Hamburgueria.

O desafio inicial foi fazer um Diagnóstico empresarial denso na unidade piloto, primeira unidade da rede que hoje conta com 4 unidades. Nossa consultoria vai ser para a rede como um todo e visa estabelecer padrões de processos e práticas para solidificar as bases da rede, para assim expandir de forma sustentável.

Durante este caminho surgiram várias dúvidas e dificuldade, que foram contornadas através de muito estudo, aulas no youtube e conversa com profissionais da área, quando conseguia contato com algum. Em frente a estas situações pensei que existisse um fórum de consultores ou algo do gênero, mas o mais próximo que achei foi a genial plataforma Clara.

Desta forma venho propor que a partir deste tópico possamos ter um canal permanente para troca de experiências na áreas de consultoria!

Tenho tido difuldade principalmente para reverter o TurnOver da rede, alguém já trabalho com ações específicas para este problema?

Bora participar pessoal!


#2

Fala, @TarsoCruz! Obrigado pelos elogios. Adoro elogios! :wink:

Sobre um canal permanente para troca de ideias sobre consultoria, temos a etiqueta:

Mas você pode colocar a sua ideia aqui para outros membros votarem:

Grande abraço!


#3

Fala, @TarsoCruz, tudo bem?

Eu começaria tentando entender o motivo do turnover. Quando o turnover é alto, essencialmente a rede que você está ajudando necessariamente está perdendo os funcionários para alguém. Ninguém pede demissão para ficar em casa. Você vai ter que imergir em um bom trabalho de pesquisa por aí em dois sentidos:

1) Pesquisa interna

Os funcionários da rede nunca irão de dizer aberta e diretamente o que está fazendo o ambiente de trabalho ser ruim a ponto de trocarem de emprego. Você precisa criar uma lista de hipóteses e depois tentar transformar elas em perguntas menos diretas (algumas já dá para matar com indicadores). Por exemplo:

  • O gerente desestimula o trabalho
  • Os funcionários recebem pouco
  • Não há capacitação
  • O modelo de horas extras não é justo

Transformando o último item em perguntas, para continuar o exemplo:

  • Você costuma sair depois do horário? (sempre, as vezes, nunca)
  • Geralmente você é avisado com antecedência?
  • Você já perdeu compromissos pessoais por causa disso?
  • Você já foi recompensado financeiramente por ficar depois do tempo?

2) Benchmarking

Tem um ou mais players oferecendo condições melhores do que as lojas da sua rede? Quem são e o que oferecem?

Uma terceira opção é fazer uma pesquisa qualitativa, ou seja, conversar com os funcionários se apresentando como alguém externo e deixando claro que seria anônimo. Acha que dá para tocar uma pesquisa nesse nível na rede?

Abraços


#4

Boa tarde, você conhece a bibliografia do Vicente Falconi? É muito interessante e ajuda com o relacionamento interno entre os membros de uma empreesa.


#5

Olá Tarso!

Turnover é um assunto complexo pois envolve pessoas.
Portanto, não recomendo apegar-se a alguma metodologia de desempenho e/ou processos.

Para entender o Turnover, eu seguiria a linha do @filippo, ou seja, olhar para o lado psicológico dos colaboradores.

Apesar de não haver uma fórmula mágica para resolver a alta de turnover, seguem algumas informações que complementarão o post do @filippo

Observação: Não serei politicamente correto nos comentários e ficarei no limite ético, pois nós que somos empreendedores, precisamos ser conscientes. sensatos e justos com os nosso colaboradores.

1) Normas da empresa

Palavra de quem já foi colaborador por muitos anos em empresas horríveis, quais são as normas (possivelmente absurdas) que podem contribuir ao turnover? Essas normas servem para manter o controle ou para apenas funcionar do modo que o dono da empresa quer?

2) Comunicação interna

Como que as pessoas com cargo de liderança são vistos? Como é a cultura empresarial? É uma cultura agressiva que incentiva “puxadas de tapetes”? Os líderes são realmente líderes ou apenas gerentes mandões focados em cobrança?

3) Remuneração da empresa x remuneração dos concorrentes

Fator que influencia POUCO, mas pode ser “uma razão qualquer” que o colaborador precisa para abandonar a empresa.

4) Benefícios

É possível fazer uma correlação entre os tópicos 1,2 e 3 com os benefícios.
Empresas que se preocupam pouco ou oferecem apenas o mínimo que a lei exige, colabora para o aumento de turnover.

Exemplo Real:

Uma empresa onde o board executivo utiliza ametodologia Falconi como a bíblia, que cumpre a lei à risca (horário máximo de trabalho por dia que compense a “folga do sábado”), super burocrática, que incentiva a concorrência interna e mantém todos os colaboradores no mesmo espaço, ou seja, um grande galpão com inúmeras mesas, transformando em uma verdadeira bagunça e, para completar, oferece 9 reais de vale refeição apenas pelo argumento legal de fornecer um refeitório.

No exemplo acima, nem é preciso dizer que os colaboradores adoecem.(colaborador de 26 anos, com 8 anos de empresa, sendo internado por infarto?)

Turnover é uma obrigação… utilizam a empresa apenas de ponte para outro lugar… ahhh mas eles “pagam bem”…

Peço desculpas pelo meio informativo e meio desabafo. Mas a melhor maneira de você tratar de pessoas é vivendo a dor que ela vive, sentir as dificuldades diárias dela, desde o momento que ela sai de casa até o seu retorno.

Sabendo das dores será possível você elaborar medidas corretivas que terão resultado real na taxa de Turnover. Quando o ambiente está contaminado, às vezes se faz necessário demitir um setor inteiro e em outros apenas os colaboradores influenciadores (laranjas podres).

Espero ter colaborado!

Abs!