Como abrir uma cervejaria artesanal?

formalização
ideias-de-negócio

#1

Preciso saber o passo a passo para abrir minha cervejaria


Venda de Sofás de Pallett e Estante de Caixotes é uma boa ideia de negócio?
#3
  1. Leia muitos livros, faça cursos e comece em casa, aperfeiçoando as receitas e a prática para se chegar ao menos perto do que deseja vender.
  2. Participe de confrarias, encontros e eventos que envolvam o universo cervejeiro, faça network e apresente suas cervejas, obtendo avaliações informais que ajudarão no aperfeiçoamento das receitas.
  3. Comece de forma cigana, utilizando a capacidade ociosa (tanto espaço para instalação de fermentadores ou fermentadores já disponíveis) de cervejarias consolidadas. Para isso, é necessário um investimento considerável.
  4. Dependendo do desempenho e no caso de aporte suficiente, inicie as burocracias para obtenção da propria cervejaria.
  5. Abra sua cervejaria com espaço suficiente pra sua demanda e pra receber possíveis ciganas.
  6. Corra pro abraço.

Obs.: Infelizmente, por diversos motivos, não dei prosseguimento a esse sonho e parei, digamos, na metade do item 3. Já tinha mapeado tudo, só não fui a fundo para finalizar a cigana. De qualquer forma, tenho muitos amigos no meio e inclusive os que estavam comigo na empreitada, e entendo bem todo o esforço que tem que ser aplicado para se chegar no objetivo final.


#4

Complementando as dicas do @carlosspinelli6275, para iniciar qualquer pequena produção, como abrir uma cervejaria artesanal, eu sou a favor de um modelo baseado em 5 passos:

  1. Estudar
  2. Começar pequeno
  3. Testar
  4. Acertar o modelo
  5. Expandir

E como seria isso para você que quer saber como abrir uma cervejaria artesanal?

Vamos a eles…

1) Estudar o máximo possível

Depois de decidir abrir uma cervejaria artesanal, essa passará a ser uma atividade que te acompanhará para a vida. Mas, comece buscando todo o conhecimento necessário para responder as perguntas que você já deve ter:

  • Quais são os tipos de cerveja?
  • Quais as variações que cada tipo de cerveja tem?
  • Como cada uma é produzida?
  • Em qual região elas fazem sucesso?
  • Quais possuem ingredientes disponíveis na região em que você pretende operar?
  • Com o que elas combinam em termos de gastronomia, clima, etc?

Existem várias formas de ir respondendo essas perguntas:

1) Cursos:

2) Livros:

3) Networking:

Existem algumas formas de conhecer pessoas nesse meio. Uma delas é buscar com filtros no linkedin e tentar se conectar.

Outra forma é frequentar eventos. Aí vai depender muito da sua região, mas é só dá um google que as opções são inúmeras. Se a sua região ainda não tiver um evento de cervejeiros, está aí uma ótima oportunidade de marketing quando abrir a sua cervejaria artesanal. :slight_smile:

4) Conteúdo online:

2) Começar pequeno

Depois de devorar todo o conteúdo que eu te passei, chegou a hora de iniciar a sua jornada prática. O primeiro passo é montar uma estrutura mínima para começar a tentar fazer as primeiras receitas.

Para iniciar o processo de abrir uma cervejaria artesanal, você vai precisar de um lugar não muito grande, mas que não esteja sendo muito usado, ou que não vá fazer falta. Se nenhum lugar te veio a cabeça agora, comece a pensar nos seus amigos que possam virar seus sócios. (Quando eu fiz cerveja artesanal, fizemos em um espaço de cerca de 6 metros quadrados que tinha um fogão e acesso a água).

Dependendo das receitas que você vai querer fazer, precisará de diferentes equipamentos e adaptações, mas o investimento não é muito grande, especialmente se você tiver um sócio para dividir. Esse site faz uma sugestão de equipamentos para produzir 20-25 litros de cerveja e eles servem para vários tipos.

Alguns sites também vendem kits de equipamentos e kits de ingredientes prontos para instalar e começar a fazer.

3) Testar, testar e testar

Você vai precisar fazer algumas receitas de cerveja até se sentir seguro para começar a sentir o mercado. Aqui tem algumas listas de ingredientes bem básicas para cada tipo de cerveja. Uma receita boa para começar.

Você até pode começar com receitas prontas, mas, se você quer, de fato, abrir uma cervejaria artesanal um dia, terá que ter receitas próprias. Para tal, os cursos que eu recomendei lá em cima vão começar a fazer falta.

Faça algumas vezes o processo de produção até se sentir seguro para começar a tatear o mercado.

A melhor forma de testar suas cervejas é chamando pessoas próximas para provar. Comece com pequenos eventos ou colocando a sua cerveja em eventos de amigos (churrascos, festas, reuniões de amigos). No início, eu não tentaria cobrar. A melhor coisa que você pode ter nessa fase é receber bons feedbacks.

Peça o máximo de feedbacks honestos o possível. Se as pessoas falarem apenas “está ótimo!”, pergunte de uma forma que eles respondam honestamente “ok. Está melhor que a Heineken?”.

Anote o máximo de pontos a melhorar e passe para o próximo passo.

4) Acertar o modelo e validar o mercado

Você já começou a fazer a cerveja e tem os feedbacks necessários para melhorar. A partir desse momento você entra em um ciclo conhecido no mundo da produção como PDCA, que busca melhoria contínua em processos. Conheço até uma planilha que pode te ajudar.

Melhore até você chegar em uma maturidade aceitável do seu processo caseiro de produção e, em seguida, parta para a validação de mercado. Muita gente vai te falar que validação de mercado consiste em estudar, levantar dados, etc. Eu acredito que a real validação começará quando um completo desconhecido (fora da sua rede de amigos) abrir a carteira e comprar uma cerveja contigo.

A validação estará completa quando esse gesto se tornar recorrente, ou seja, mais pessoas quiserem comprar. Repare que eu ainda não falei em ponto de venda, ecommerce, etc. Aqui você ainda não busca volume de venda. Você busca validação de mercado, ou seja, intenção de compra e aprovação do seu produto, então, tente fazer algumas vendas na raça.

Outro ponto importante é que não se trata aqui de apenas fazer algumas poucas vendas. Se trata de fazer vendas com um preço viável para você. Se a sua cerveja vai custar R$15, você precisa vender por esse preço para validar o modelo de negócio. Para definir o preço da cerveja, recomendo que leia esse post. Essa planilha pode te ajudar também.

5) Expandir o negócio

Se você chegou até aqui, está de parabéns! Você aprendeu o suficiente e conseguiu validar que o seu produto é viável gastando o mínimo possível. Qualquer investidor admiraria isso. O seu projeto agora é passível de investimento, muito diferente de antes, quando você tinha apenas o desejo de abrir uma cerveja.

Você vai precisar aumentar a produção, talvez até alugando um espaço físico maior. Provavelmente estará preocupado também em começar a montar uma equipe e encontrar canais de vendas.

Antes de tudo isso, você precisa dar alguns passos burocráticos, como abrir um CNPJ, fazer registro como produtor no seu município e, por último, registrar a sua cervejaria no Ministério da Agricultura (MAPA). Esse processo está bem explicado aqui.

Agora é ir a luta atrás de canais de venda, financiamentos e melhoria contínua do seu produto. Algumas ferramentas e fontes de conhecimento podem te ajudar:

Espero ter ajudado! Boa sorte na jornada! :rocket:

Qualquer dúvida, é só colocar aqui embaixo que vamos conversando.


#5

Olá, Rubem. Tudo bem?

Não sei de onde você é, mas se for possível, procure visitar alguma feira de cervejas artesanais e procure conversar com as pessoas que fazem acontecer. Você terá muitos insights importantes. Eu sou de Petrópolis - RJ e aqui na minha cidade há, hoje, um movimento forte neste ramo de cervejarias artesanais com, inclusive uma feira mensal grande. Procure fazer este networking e você certamente terá uma noção muito boa de como começar a estruturar o seu negócio.


#6

Ai vc é de onde? precisa de um sócio tô querendo entra nesse ramo